AEROCLUBE DE PIRAJU:

Sócios recebendo instruções (Julho de 1943).

AEROCLUBE DE PIRAJU


 O Aeroclube de Piraju foi fundado em 16 de Janeiro de 1940 com todas as exigências legais e jurídicas, inclusive com registro de estatuto, pelo Dr. Abel Brandão que foi o primeiro presidente do clube, a primeira pista foi construída em março de 1940, a construção do “Hangar” foi em setembro de 1941, como não tinham aparelho próprio, vinham aviões dos aeroclubes vizinhos, que serviam para o treinamento dos alunos do curso de pilotagem que mais tarde recebiam o diploma de aviador (Brevetados).
A sua diretoria eleita em 22 de maio de 1941, era a seguinte:
 Presidente: Dr. Abel Brandão. Instrutor Aviador: André Loyer.
 Vice-presidente: Dr. Armando D. Moreira Porto
 1º secretario: Jose Orestes Dardes
 2º secretário: Ataliba de Castro Negrão.                                 
 1º Tesoureiro: Sílvio Besteti.
 2º Tesoureiro: Ary Gorjão.

  Em agosto de 1942 passou a ser filiado ao Aeroclube do Brasil. Em 1943 a Campanha Nacional da Aviação doou para o aeroclube de Piraju um avião “AERONCA PPRBI”, com alguns meses de uso instrutor Eça de Taveirós sofreu um acidente com o avião na aterrissagem na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, não lhe acontecendo nada e devido ao auto custo das despesas necessárias para o seu reparo o clube ficou um tempo sem o avião. Foram então interrompidas as atividades do curso e somente reiniciadas os treinamentos em 1946, quando houve mudança na diretoria, com o Sr. Edgardo Martins como presidente eleito, que adquiriu por conta um “Paulistinha”, colocando a disposição dos interessados.


Alunos do curso de pilotagem de Piraju, que prestaram exame no campo de Santa Cruz do Rio Pardo para obter a carta de Piloto o BREVET concedida pelo Ministério de Aeronáutica, de 1944: 
• Dr. Abel Brandão. 
• Jose Pedro.
• Naby Assaf.
• Dionísio Maranho.
• Jose Augusto Cotrim.
• Orlando Campos.
• Antonio Hugo de Moraes.
• Áureo Rodrigues Pinheiro.
• Alberto Giorgio Leonardi.
No começo do ano de 1947, outro sócio da entidade, o Sr. Albino Rodrigues Costa Junior, adquiriu um aparelho “PIPERCUB”, que também passou a servir os alunos do aeroclube. Em dez de abril deste ano foi aprovado em reunião com os associados a mandar um oficio para o Ministro Salgado Filho, solicitando um avião de treinamento para a instrução dos alunos do aeroclube, receberam então por doação da Campanha Nacional de Aviação, um aparelho CAP-4 com prefixo PP-HCI batizado com o nome de “Sir Alexandre Mackenzie” vindo a capital Federal pelo piloto Sr. Geraldo dos Santos Coelho. Mas em outubro, violento vendaval destruiu as obras do campo de pouso local, inclusive o hangar, cujas obras estavam prestes a serem terminadas, atingidos pelo furacão, os aviões foram destroçados. O mais levemente atingido foi o de propriedade do Sr. Albino, que reparado, foi utilizado exclusivamente em serviços particulares. Neste ano Piraju teve a visita do Governador Ademar de Barros, chegando com a sua comitiva no aeroporto destruído pelo furacão, somente a pista em ótimo estado. Em 1949, os dirigentes da VASP reconheceram que o campo de pista de aterrissagem era um dos melhores da região, então teve inicio de uma escala regular dos aviões da VASP que desciam no aeroporto de Piraju todas as segunda, quartas e sextas-feiras, vindo de São Paulo, mas como a procura da viagem era muita e o serviço era pouco, os membros do aeroclube local, resolveram dotar no aeroporto de uma pista apedregulhada de acordo com os preceitos da moderna técnica, que compreendia de uma pista de 725 metros de comprimento e de 12 metros de largura, possuindo três Viradouro com diâmetro de 25 metros cada, e com isso pretendiam a autorização da VASP para a vinda do avião diariamente para atender a demanda dos usuários.

CAMPANHA NACIONAL DA AVIAÇÃO:
Durante a década de 40, surge no Brasil uma campanha que visava à doação de aviões, ou dinheiro e materiais que servissem para a compra ou construção de um avião, ampliação de hangares ou construção de campos de pouso para os chamados aeroclubes. Um dos objetivos da CNA, em doar aviões e fomentar a criação de aeroclubes, era consolidar a aviação civil no país. Também procurava com a formação dos pilotos e constante movimentação no espaço aéreo brasileiro, monitorar sobrevoos de aviões inimigos ao nosso território, já que estávamos vivendo a Segunda Guerra Mundial. A CNA foi terminada no início da década de 50 foram doados mais de mil aviões por todo o Brasil, além de alguns doados a aeroclubes de outros países da América do Sul. Nosso país teve um acréscimo de mais de três mil pilotos civis e militares brevetados em aeroclubes. Passamos também a uma quantidade inferior a 40 aeroclubes, para cerca de 400 destas instituições espalhadas por todo o país. Aeroclube era a instituição responsável por fornecer cursos, treinar pilotos, formar mecânicos e instrutores de vôo, bem como fornecer espaço para eventos na área da aviação e opções de fretamento de voos particulares.

 A Chegada do Governador Lucas Nogueira Garcez no Aeroporto de Piraju em 29/07/1952, o Governador era do partido do PSP, sendo recebido pelos Srs. Barone Mercadante, Gilberto Moraes Lopes (piloto), Delfino Tossi (presidente da Câmara) e os vereadores Manoel Villan, NAby Assaf, Silvio Arantes, Roberto Laino e Joaquim Ribeiro Filho. O governador veio para Piraju na Comemoração de 60º Aniversario da Comarca de Piraju.  (veja o vídeo)

 

Visitas

ZecaGarcia

Estância Piraju

By ZecaGarcia - e-mail zecagarcia51@gmail.com